cinema

Cinema - Carros 3♥ - Precisamos falar sobre sexismo.

14:16

Ontem fomos conferir o lançamento do último dia 13 de Julho da Pixar, "Carros 3" confesso que não fui com as melhores das expectativas, pelo segundo filme, não esperava uma história tão legal e tão atual para um filme infantil. 

O filme dura em torno de 108 minutos, curto, e com uma história que nos prende, parece ser até menos tempo. Procurei em vários sites sobre o resumo do filme, e em nenhum encontrei a observação que quero deixar aqui, segue uma das que eu mais gostei:



"O filme vai se concentrar em Relâmpago McQueen, agora um piloto veterano, enquanto participa em corridas ao redor da América com uma nova treinadora, Cruz Ramirez, e um novo rival, Jackson Storm. E também personagens que retornam como Mate, Sally, e Ramom.
Surpreendido por uma nova geração de corredores incrivelmente rápidos, o lendário Relâmpago McQueen é repentinamente afastado do esporte que ama. Para voltar com tudo às corridas, ele precisará da ajuda da jovem treinadora de corridas, Cruz Ramirez. Com o seu plano para vencer, mais a inspiração do Fabuloso Doc Hudson e alguns acontecimentos inesperados, eles partem para a maior aventura de suas vidas. O teste final do campeão será na maior prova da Copa Pistão!"
Fonte: Cine Pop

Realmente o filme se concentra em McQueen o maior corredor dos últimos tempos, que descobre que está ficando "velho" e "ultrapassado" por novatos com novas tecnologias. Mas a parte principalmente do filme que mais me prendeu foi a da treinadora/CORREDORA Cruz Ramirez, que ajuda McQueen durante todo o filme, e ensinando acaba também aprendendo muito com ele, um verdadeiro trabalho em equipe. 
Do meio para o final do filme, podemos reparar muito que o assunto do sexismo é tratado mesmo que de forma superficial, desde as cenas em que Cruz Ramirez se destaca nas corridas, até as que ela mesmo se intitula como "nunca poderá ser uma corredora" por ter recebido isso de seus familiares e até as pessoas com quem trabalha hoje, incluindo McQueen, que em um certo momento quer demonstrar que ela só o atrapalha. 

Aproveitei do filme para falar sobre isso com o Muri, sobre o sexismo, e sobre o machismo em certos esportes como corridas e futebol. As mulheres sempre menosprezadas de sua capacidade. Não vou contar o final do filme, mas pra mim, SIMPLESMENTE SENSACIONAL! Vale cada centavo, e com certeza Pixar acertou e muito nesse último filme, espero que outras pessoas também tenham conseguido ver esse lado que foi tratado no filme, mesmo de forma superficial. 
AS MENINAS PODEM SER O QUE QUISEREM SER! E com certeza, esse é um assunto que deve ser cada vez mais abordados, em desenhos infantis, em filmes e etc. 



You Might Also Like

0 comentários

Obrigada pela visita!