2017

O medo repentino de tudo do Murillo.

22:11

A noite de domingo foi totalmente conturbada por aqui, contei no @cagomescamargo um pouco de tudo o que passei por aqui. Eu não me lembrava o dia que dormi tão mal, como essa noite. Sou super a favor da cama compartilhada, Murillo dorme com a gente desde sempre no mesmo quarto ou na mesma cama, mas agora ele tem 6 anos está enorme e infelizmente não cabe nós 3 na mesma cama. 
Decidimos colocar um colchão ao lado da nossa cama, já que com diversas tentativas, comprando câmera e tudo mais ele não dorme no quarto dele, pela distância, por medo, por insegurança, não sei, mas ele não dorme. Então decidimos que ele irá ficar no nosso quarto até o dia que se sentir seguro e pedir para dormir no quarto ele. (não importa quanto tempo demore).

A dias o Muri vem reclamando com medo de tudo, não fica no quarto se vamos até a cozinha, não fica na sala para que possamos ir ao banheiro ou a cozinha, não me deixa nem tomar banho se estou sozinha com ele e o pai não está em casa, coisa que ele ficava super tranquilo no quarto, já que o banheiro fica dentro do nosso quarto.  Ele nunca foi uma criança medrosa, não me lembro dele ter medo de fazer qualquer coisa que seja, nem de dormir na casa dos avós nem de nada, sempre foi uma criança super corajosa, na medida do possível.rs.

No domingo a noite eu comecei a perceber que havia algo diferente, ou melhor, a gravidade da situação, ele não dormiu sozinho no colchão ao lado da nossa cama, perdi as contas de quantas vezes coloquei ele no colchão depois dele pegar no sono na nossa cama, a última vez que tentei foi as 6h da manhã que desisti, pois ele estava chorando, e eu não entendia o porque. Coloquei ele na nossa cama novamente, ele deito e abraçou o pescoço do pai e na hora pegou no sono. 
Eu estava acabada, já tínhamos ido dormir depois da meia noite, e eu acordei a 1h acredito, porque com ele na nossa cama eu não tenho espaço, ele chuta, empurra, não por mal mas porque o espaço realmente é pequeno para nós três. 
Dormimos mais um pouco até as 7h30. Acordei tomei um banho para despertar e o Muri foi dormindo até a casa da minha mãe, chegamos lá por volta das 9h30. E foi quando conversei com a Tati (babá dele) sobre o ocorrido, e ela me contou que nem na casa da minha mãe ele ficava sozinho, que ela não conseguia fazer nada antes dele ir para escola, porque ele sempre pedia para ela ficar com ele e trancar a porta do apartamento. 
Como ele não se abria comigo, não sei se por medo ou vergonha. Pedi para ela perguntar o porque de tanto medo já que ele fazia exatamente TUDO sozinho. 

Então ele contou. Muri vive no Youtube já falei por aqui sobre isso também, ele fala todos os dias que quer ser Youtuber, e claro que quando ele cumpre todos os seus deveres de lição, café da manhã, brincar, a gente sempre deixa ele usar um pouquinho o Ipad ou Celular, e todas as vezes que vimos ele no Youtube ele estava assistindo coisas de Pokemon a maioria das vezes ele esta no canal Coisas de Nerd que até eu aprendi a gosta do Leon e da sua namorada. 

Enfim, ele contou para a Tati que estava no Youtube e acho um vídeo dos palhaços, porém o vídeo era de "terror" os palhaços invadiam os apartamentos e assustam pessoas. Não me perguntem como, ou qual vídeo é esse, eu procurei o dia todo e não encontrei, e nem imagino como ele tenha achado. Mas ta ai o problema, nós moramos em apartamento e minha mãe também, ou seja, ele não se sentia seguro em lugar nenhum, por esse motivo queria sempre alguém do seu lado. 
Na hora que li a mensagem da Tati, fiquei em estado de choque, o primeiro sentimento? Culpa. Porque? Por não fiscalizar o que ele estava assistindo, por deixar ele passar um tempo razoável no Ipad ou Celular e por ele estar passando por isso.

Se podia ter sido evitado? Não sei, mas que fica o sentimento de "eu podia ter supervisionado melhor, ter ficado mais tempo prestando atenção no que ele estava assistindo!" 
Ele pediu para Tati não me contar, pediu segredo, então hoje não comentei nada sobre isso com ele, deixei da vontade dele me contar, o que pedi para ela fazer é aconselhar ele a conversar comigo e com o pai e explicar que isso não existe, também pedi para ele não deixar ele usar o Ipad na parte da manhã. 
Então eles brincaram de Bingo, Banco Imobiliário e tudo mais. Agora a noite o Muri está bem mais calmo e diferente, não está roendo as unhas ou reclamando de ficar sozinho, não está "grudado" em mim e no pai. 

Amanhã vou conversar com ele após a escola e explicar que isso não existe, e que também isso não é coisa que ele pode assistir. Decidimos por hora, que ele não vai usar o Ipad quando não estivermos todos juntos ou eu ou o Rapha, ou alguém da família ao seu lado para assistir o vídeo que ele quer com ele. Conversei com o Rapha e vamos tentar algumas dicas que recebi por direct, uma delas é deixar ele dormir com a gente por uns dias para que se sinta seguro, vamos frisar que estamos aqui e ele sempre nós terá por perto e cuidando dele. Não sei ao certo, quanto medo ele está sentindo, mas pelo noite de ontem e o choro de hoje de manhã acredito que pode ser razoável. 

Só espero que isso passe logo. Que o que eu to sentindo de culpa também, nunca achamos que vai acontecer com a gente né? Para mim, ele só sabia colocar no vídeo do Leon que é o que seguimos na minha conta do youtube e que aparece os vídeos na tela para ele escolher. Agora é prestar mais atenção e fica a lição de supervisionar sempre o que ele está fazendo.






You Might Also Like

0 comentários

Obrigada pela visita!