Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2016

Ser mãe fica melhor a cada dia? Seminário Pais e Filhos

Na mesa redonda do Seminário Pais e Filhos - Mãe também é gente, falamos sobre ¨Ser mãe fica melhor a cada dia?¨a mesa redonda contou com a participação da Mediadora: Mônica Figueiredo e Convidadas: Maria Rita, Ana Castelo Branco, Gabi Manssur, Luciana Mello e Miá Mello. Muitas pessoas costumam dizer que ser mãe é como jogar vídeo, a próxima fase é sempre mais difícil, em partes eu concordo, mas tenho que admitir que na maioria eu acho que fica mais fácil também. 

Um dos dados apresentados pela Revista que mais me espantou foi, ¨Na primeira semana do bebê em casa a mãe dorme 1h30min a menos, o sono é feito com três intervalos¨ tenho que dizer, eu achava que era bem menos, porque pelo menos comigo foi assim, quando o Muri acordava a noite eu amamentava e fica ali um tempão para conseguir dormir de novo, ou ele nem acordava e ele acordava para ver se estava tudo bem, devo ter dormido sei lá umas 3 horas a menos, rs. 

A questão é que nós mães, temos cada uma suas particularidades, ouvimos …

Para ser mãe não precisa deixar de ser mulher - Palestra Luiz Hanns - Seminário Pais e Filhos

No domingo (15/05) eu participei do Seminário da Revista Pais e Filhos "Mãe também é gente!" e vou contar um pouquinho aqui para vocês sobre as palestras que assisti e o quanto de aprendizado conseguir colher. Evento maravilhoso, e terá edição no segundo semestre e com certeza estarei presente também, recomendo a todas, um dia agradável e adquirindo muito conhecimento e podendo pensar sobre nossa maternidade e vida do casal "fora da caixinha". 
Essa foi a última palestra que assistimos no evento, o Luiz Hanns é psicólogo, pesquisador e terapeuta de casal há mais de 20 anos, pai da Antonia e da Julia. Fez uma palestra maravilhosa, onde o tempo voou, usando situações que ouviu no seu consultório e até situações que ele mesmo vivenciou em sua família, deu muitas dicas para nós mamães não deixarmos de ser mulher mesmo após a maternidade, e também nos deus algumas dicas sobre como lidar com os namorados/maridos/companheiros em algumas situações.
Começamos a palestra com a…

Primeira Festa do Pijama - Muri 5 anos.

Muri sempre dormiu com a minha mãe ou com a minha sogra, até na casa do meu sogro ele já dormiu, porém nessa sexta-feira (06/05), ele foi para primeira Festa do Pijama da filha de um amigo do Rapha a Valentina, linda, que ele adora. No aniversário do Muri eles ficaram super grudados os dois. 

Vinha conversando com ele a semana toda dessa festa, e ele sempre muito animado, fomos ao shopping comprar o presente dela e ele mais animado ainda contando os dias. (meu coração já vinha ficando apertado nesse momento,rs). 

Sempre falo que quero criar o Muri para ser uma criança independente como eu fui criada, minha mãe sempre nos deixou fazer tudo, íamos para acampamento com a escola, dormíamos na casa de amigos, na escola em todos os eventos a gente participava, mas pra mim eu acho que era mais fácil porque como tinha irmãos ficávamos sempre juntos. E vocês pensam que é fácil pra mim criar ele assim né? Não é não, mas eu vejo muitas coisas boas nesse jeito que escolhi, Muri é uma criança muito …

E se tudo tivesse sido diferente?

As vezes eu paro e penso como seria nossa vida se tudo tivesse sido diferente! E se eu não tivesse engravidado? Será que ainda estaríamos juntos? Será que teríamos amadurecido tanto? Será que seríamos tão felizes quanto hoje? Será que seria mais fácil ou mais difícil? Será que teríamos lutado tanto pelo nosso AMOR, ou teríamos desistido na primeira briga, no primeiro término sem motivos? 

Falar que tudo o que aconteceu foi da forma que queríamos seria mentir para nós mesmos, mas dizer que eu sinto que no fundo se tudo não tivesse sido assim nós não estaríamos aqui, prestes a completar#6anose4meses juntos a disso eu tenho um pouquinho de certeza. Estar num relacionamento sem planos é o mesmo que não estar, você não namora alguém só por namorar, e isso quem nos ensinou foi o Muri com sua vinda inesperada, vivíamos um dia de cada vez, como se não houvesse amanhã balada, amigos, bebedeiras, ressacas e etc. Hoje vivemos o hoje planejando o amanhã para o nosso filho e para a nossa família te…

Maternidade Real ou Exagero? Como as pessoas estão vendo?

Conversando com umas primas do Rapha, me peguei pensando agora ¨Qual a impressão da maternidade eu estou passando para as pessoas?¨.  Estávamos conversando, eu (mãe), uma prima do Rapha que também já é mãe, e uma que não. E ela nos disse a seguinte frase: Do jeito que vocês falam não da nem vontade ter um filho! e fiquei pensando, será que passamos uma imagem tão ruim da maternidade assim? Ou só estamos falando sobre realidades?

Pensando bem, cada família, cada mãe, cada filho, cada pessoa, cada ser humano tem suas particularidades e suas realidades né? Não podemos nos espelhar em nenhuma maternidade, como a vida, tudo é uma caixinha de surpresa.

Eu, por exemplo, como muitas de vocês (eu acho), senti o MAIOR AMOR do mundo ao ver o Muri pela primeira vez, pegar ele nos meus braços foi a coisa mais mágica que já aconteceu na minha vida, era um amor tão grande, tão grande que no primeiro dia no hospital eu mal dormi, imaginei comigo, que nunca mais sentiria um cansaço e iria reclamar de …

Quantas vezes eu não te escutei? Hoje eu sei, Mãe!

As vezes me olho no espelho e tenho impressão de ver a minha mãe reflita ali, principalmente as vezes que eu me arrumo como ela para ir a uma reunião,um evento ou algum compromisso. Ai eu lembro de todos os dias quando eu acordava para ir a escola, os dias que ela ir nos levar, lembro dela arrumando a sua roupa, se preparando e ficando LINDA para ir trabalhar, todos os dias, sim todos os dias, eu nunca vi minha mãe sair com uma roupa qualquer para ir a qualquer lugar.

Quando eu ganhei o Muri tive Depressão Pós-Parto e não tinha animo para me arrumar, 7 dias depois que ele nasceu era meu aniversário, lembro até hoje dela entrando no quarto e me falando ¨Levando vamos ao shopping comprar uma roupa e ficar linda¨ e lá fomos nós, depois daquele dia, eu me policiei mais sobre isso, minha mãe tem 3 filhos e mesmo assim não deixou de pensar nela, eu também não posso me esquecer, mas eu imagino o quanto foi dificil para ele ser tudo o que ela é.

Mãe, HOJE EU SEI, e como sei tudo o que você sa…

Dia das Mães terá sessão CineMaterna gratuita no Shopping Vila Olímpia

Em homenagem ao Dia das Mães, as 50 primeiras mamães, acompanhadas de seus bebês de até 18 meses, poderão conferir gratuitamente o longa “O Dono do Jogo” no CineMaterna do Shopping Vila Olímpia, no dia 11 de maio, às 14 horas. O filme, escolhido por votação no site do projeto, conta a história do americano Bobby Fischer (Tobey Maguire) que desafiou os soviéticos, considerados os reis do xadrez, e Boris Spassky (Liev Schreiber), tido como invencível, no Campeonato Mundial de 1972, em plena Guerra Fria. EUA e URSS se enfrentam no tabuleiro em Reykjavík, capital da Islândia, e apenas um enxadrista sairá vencedor. A sessão CineMaterna conta com mães voluntárias para recepcionar e auxiliar o público. Ela acontece em uma sala de cinema totalmente adaptada, com ar condicionado ameno, luzes parcialmente acesas, tapete para bebês que estão engatinhando, trocadores com fraldas, pomadas e lenços umedecidos. Para os acompanhantes, os ingressos para a sessão estão à venda no Kinoplex do Shopping Vila…

Evento Bepantol Baby - Décimo Mês

Um dos eventos mais gostosos que eu já participei, a Bepantol Baby nos convidou para um bate-papo e lançamento de uma campanha muito legal para nós mamães, em comemoração ao Dia das Mães, eles lançaram a campanha Décimo Mês

A campanha consiste em focar na mãe nesses primeiros dias de vida do bebê, pelo menos o primeiro mês, onde muitas mães se sentem solitárias, sozinhas e quando temos a maior oscilação de sentimentos. O primeiro mês para uma mãe de primeira viagem, é o mais assustador do mundo, somos cobradas pela sociedade e nos cobramos como nunca, é o momento que descobrimos o lado B da maternidade, aquilo que ninguém te contou, aquele momento que você se depara com a realidade e que acaba quebrando todas as suas expectativas anteriores.  



O meu Décimo mês foi um momento assustador, onde eu passava meu tempo de pijama, não me cuidava, ouvia muitos palpites, não sabia se estava fazendo certo ou não, que eu chorei horrores, que eu me senti a pior mãe do mundo e depois a melhor mãe do …

Sou Jovem Mãe - Eduarda Rodrigues

No dia 10 de Junho de 2015 descobri que minha vida tinha acabado de mudar, eu já desconfiava mais o medo do exame era maior, por no fundo já saber o resultado. Um dia antes havia feito um teste de farmácia e tinha dado negativo, mais eu sabia que não era este o resultado. No dia seguinte, fui ate o laboratório e realizei o exame de sangue, as 06:00 da manhã, o resultado sairia a partir das 15:00, imagina como foi meu dia!! Eu olhava a todo instante o site do laboratório, e nada. Então saio para meu almoço quando volto, abro a pagina e lá estava um POSITIVO em letras maiúsculas, aquelas letras que vem pra assustar e nunca te fazer esquecer. Estava de 07 semanas. Uma semana depois contei pro pai do meu filho, ele pediu na mesma hora pra abortar mais eu neguei e fui forte, ele me falava que se eu não fizesse iria sumir e no final ele sumiu. Estava sozinha, gravida, sem apoio, cheia de duvidas, sentimentos, emoções.  Foi então que resolvi contar pra minha mãe, (meus pais …