Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2015

Evento MAM Brasil - Limites na Educação - Daniella Freixo - Parte 1

Hoje a convite da MAM Brasil fomos conferir o evento com a palestra da Daniella Freixo de Faria - Psicóloga Infantil, mãe de duas meninas e autora do livro "Conversa com Criança, Presença-Caminho  volume 1" 


A Daniella é uma pessoa incrível, foram quase 2 horas de palestras, que pareceram 2 minutos, todo mundo, queria, mais e foi de um aprendizado incrível para mim, pelo menos.  Já escrevi algumas vezes aqui, quando me senti culpada quanto a educação do Murillo né? Sobre o Terrible Two, sobre as manhas, sobre os choros, sobre tudo, até a interferência dos avós, o qual eu acho que já resolvemos. A questão é que hoje, eu percebi que os que mais estavam "errando" era eu e o Rapha, e agora eu vou contar o porque e o que aprendi hoje. 



Para começar a Daniella começou falando sobre o nosso "Histórico Geracional" vocês já pensaram que isso pode interferir na educação dos nosso filhos? A forma que fomos criados, pode passar para os nossos filhos. Houve uma época em…

4 anos depois do susto!

E quando a gente para e olha para trás já se passaram 4 anos, que naquele dia em que eu descobri que estava grávida, parecia que iria durar décadas, séculos para passar tudo aquilo. Como contei no nosso instagram e facebook, o mês de Junho é muito especial, por diversos motivos e um deles é a descoberta da gravidez do Muri, em Junho de 2010. Sim eu já estava com 3 meses quase, não eu não pensei que nada pudesse estar errado, eu estava totalmente desligada, eu e o Rapha saíamos muito, tipo de segunda a segunda sabe? Descobri porque comecei a passar mal, porque senão, teria nascido e eu nem ia saber, rs. 

Hoje lembrando daquele dia, daquele momento, meu coração ainda para do mesmo jeito, e na minha cabeça vem a imagem da menina que eu era, com 17 anos totalmente perdida, em um namoro recente 3 meses, querendo morrer por ver aquele positivo na minha frente. Sim, eu não queria ter aquele bebê, não vou mentir. Lembro de fazer o primeiro teste no meu quarto sozinha, e guardar na mochila para…

Cinema em Família - Divertida Mente

Na última quinta-feira fomos conferir a pré-estreia do filme Divertida Mente a convite da Redoxitos , eu já estava doidinha para ver esse filme, amei muito o trailer e posso dizer? O filme não me decepcionou em nada. Claro que o roteiro é bem infantil, e não aborda tanto os assuntos de forma complexa e sim de uma forma infantil e divertida, de um jeito gostoso, onde o filme parece passar muito rápido.
Sobre o filme O longa mostra o dilema de Riley, uma menina de 11 anos que começa a enfrentar uma série de mudanças em sua vida quando seus pais decidem mudar para outra cidade. Suas emoções, que até então estavam em harmonia, ficam confusas e tumultuadas. A partir daí, Riley passa a conviver com os divertidos sentimentos imprevisíveis em sua mente, os personagens Alegria, Medo, Raiva, Nojinho e Tristeza, que fazem de tudo para ajudar a garotinha a enfrentar a nova fase.
Assista o trailer: 
O evento no Iguatemi SP está lindo, tinha até a mesa de comando que mostra no filme e claro que as cria…

Nosso Dia dos Namorados

Sexta-feira dia 12, mais um dia dos namorados juntos, quinto ano que passamos essa data juntos, e no ano de 2010 foi o mês em que descobrimos a gravidez do Muri, ou seja, nunca passamos um dia dos namorados sem o nosso presente da vida! 

Ter um vale night quando se tem filho é tudo de bom, mas uma data que cai na sexta-feira fica meio difícil, por aqui o Rapha trabalha no sábado, e vamos viajar em Setembro para Orlando de novo, então esse ano, decidimos que não íamos comprar presentes, só iríamos jantar fora e a decisão de ir com a gente seria do Muri. (sim, minha mãe e a mãe do Rapha ficariam com ele, todos os finais de semana pra gente sair, mas não gostamos de ficar deixando ele). 

Então que perguntamos a semana inteira para o Muri, ¨aonde vamos jantar?¨ ¨você vai jantar com a gente na sexta-feira?¨e por incrível que pareça, ele repetiu a semana toda, que não queria ir, que ia ficar com a vovó. Na sexta-feira eu tinha médico de manhã, depois fui trabalhar, e quando chegamos a tarde t…