2015

meus sonhos x culpa de mãe

09:58

Uma semana de faculdade, uma semana de rotina louca, de pouco tempo para o Murillo e a culpa de mãe me engole, por inteira, de um jeito que eu nunca tinha sentido na minha vida. Uma sensação de estar seguindo a minha vida e deixando ele sabe?  
Perdi as contas de quantas vezes acordei chorando nessa semana, de todos os dias que eu fiquei no trânsito 1 hora pensando nele, se ele estava pensando de mim, ou se vai entender o porque estou fazendo tudo isso. 

Como contei lá no Facebook estou tendo aulas aos sábados também até 12:45, aproveito todas as tardes para curtir muito ele, e domingo também ficamos juntos o dia todo, mas parece que o dia passa tão rápido, o final de semana voa, e a semana parece um mês. Já pensei até em tirar ele do período integral e voltar só para tarde, mas não tenho como abrir mão do meu trabalho também, preciso trabalhar, preciso estudar. AHHHHHHH, não sei o que fazer juro, tá díficil, eu to amando a faculdade! 

Mais um dos problemas que enfrentamos sendo mãe adolescentes, você acaba tendo que passar por isso, para estudar, por cima da saudade e da culpa. Sei que o Muri esta super bem cuidado pela minha mãe ou pela minha sogra, mas olha, eu morro de saudade de chegar em casa e ficar brincando com ele, dar banho, colocar pijama, fazer janta. Muito saudade!! 

Tomar a decisão de trocar esse tempo com ele para estudar é muito difícil, porém, penso que não seguir minha vida, meus sonhos, tudo o que eu desejava até mesmo antes de ser mãe não é algo certo. Para falar a verdade, eu sei lá mais o que é certo ou errado, eu sei que está cada dia mais dolorido, essa história de faculdade e maternidade. 

Porque nós ficamos assim né? Meu coração diz que estou agindo errado e minha cabeça me fala que estou agindo certo que tudo isso vai ter um retorno tanto para mim, quanto para ele no futuro. 
Mas como sempre o coração fala BEMMMMMMMM mais alto que a razão né? Eu não desisti da faculdade e nem to pensando nisso, mas sabe quando você fica imaginando coisas que não existem, já imagino que o Muri está ficando mais distante de mim, que ele não vai  gostar tanto de mim, tanta coisa, ai tenho que me concentrar no trabalho, na faculdade e ainda tem as tarefas de casa. 

No meio de tudo isso sabe o que me salva o coração da dor? Pensar que logo, logo eu to de férias da faculdade e ele da escola e vamos passar o mês inteiro grudados, literalmente, eu quero aproveitar para dormir com ele todas as noites da minha férias. 
Começamos a dar valor as pequenas coisas, e perceber o que estavámos fazendo de errado também, eu brigava tanto com o Muri por tanta coisa, hoje nem brigamos mais quando ele esta conosco, curtimos muito ele, brincamos até cansar e levamos ele para passear um montão. 

No domingo mesmo chegamos em casa, eu tinha que fazer um trabalho o Rapha levou ele no parquinho enquanto eu terminava, quando eles voltaram, deitamos nós 3 e assistimos 3 filmes até a hora de jantar e dormir. Ele amou, deu um monte risada, brincamos no banho antes de colocar pijama, ele me ajudou a arrumar a lancheira e dormimos. 




You Might Also Like

0 comentários

Obrigada pela visita!