2013

Natação, quais os benefícios para os bebês?

16:53


Faz tempo que eu venho querendo colocar o Murillo na Natação. Por muitos motivos: 
1) Temos piscina em vários lugares e casa de amigos, quase todos os lugares que frequentamos. Eu moro de medo. 
2) Para melhorar o desenvolvimento dele, indicação do pediatra, que me cobrava isso todo consulta. Murillo é muito ruim para comer, não que não quer ou não gosta, ele não quer parar para comer, então temos que meio que correr atrás um pouco.
Ele também ficou um bom tempo sem fazer nada de atividade, só brincava dentro de casa e isso acaba deixando a criança bem presa. A escolinha melhorou muito, mas faltava mais alguma coisa. 
3) Para uma vida de mãe, gastar as energias dele! (Quem nunca?rs)

Enrola, enrola, vê uma academia aqui, outra ali. E deixa de lado, foi assim desde quando ele tinha 6 meses, eu trabalhando muito, ele com a Tia Célia e deixando para depois. Só que agora ele chegou numa fase, que num piscar de olhos ele ta na piscina, e isso é terrível, isso pode matar ele num segundo. E eu realmente não quero isso para minha vida, nem para a dele. 

Já que estou ficando com ele todos os dias na parte da manhã, resolvi matriculá-lo na natação aqui perto, vamos a pé, é super rápido e num horário relativamente bom!

Ele vai fazer 3 vezes por semana, cada aula dura 30 minutos. Acho 3 vezes para começar bom, o pediatra me aconselhou quanto mais melhor, porém, ele já tem uma rotina pesada, acorda cedo, vai para natação e para escola, fica bastante pesado mais vezes por semana. 

Dia 02/08 (sexta-feira) foi o primeiro dia de aula, ansiedade, animação só por parte da mãe né?  Murillo mal sabia o que era, eu tento explicar que era piscina e brincar e nada "Não quero, não quero!" Ok, deixa pra lá, chegando lá ele vai amar, eu já tinha certeza!

Chegamos na academia mais cedo para conhecer o vestiário e nos preparar. Troquei o Murillo me troquei. Ele fez o maior sucesso com a touca de peixinho dele (tenho que confessar que é MARAVILHOSA #mãecoruja). 
E como eu sou muito ansiosa, a gente chegou tão cedo, que tivemos que esperar mais 10 minutos depois que já estava tudo pronto para a professora chegar. (Pareceu uma eternidade eu juro, ele queria ir para a piscina de qualquer jeito, socorro!)

Quando chegou a hora, ele não queria mais, só queria brincar lá fora. Entrei primeiro, peguei ele no colo e comecei a brincar com ele. Depois a professora começou com as musiquinhas e a aula foi fluindo. Passou tão rápido. 

Ele pulou na piscina, mergulhou. Bateu mão e pés certinho. 
Amou!

E no final, chorou muito para vim embora!



Eu super recomendo a natação, como a primeira atividade para o bebê! Achei esse texto que resume perfeitamente, todos os benefícios para o bebê. 


"A criança principalmente em seus primeiros anos de vida, passa por um processo intenso de desenvolvimento e maturação. Até os 05 anos de idade, ela tem a capacidade de ter 90% do seu cérebro preparado para o futuro.
E o que isso tem a ver com a natação para bebês?
Na verdade, todos esses desenvolvimentos podem ser auxiliados e estimulados com a natação.
O bebê já é adaptado ao meio líquido desde a gestação, são capazes de executar diversos movimentos natatórios, demostrando uma série de reflexos, comuns na primeira infância. Tudo através de estímulos estereoceptivos, ou seja, atividades que busquem facilitar o desenvolvimento dos órgãos sensoriais das crianças, como o tato, a audição, o olfato, e a visão. O ideal é que a musicalidade também faça parte das aulas, pois estimulam a memória e aumenta o vocabulário significativamente.
E são inúmeros benefícios que a natação proporciona aos bebês. Além de melhorar a coordenação motora, proporciona noções de espaço e tempo, prepara a criança psicologicamente e neurologicamente para o auto-salvamento, estimula o apetite, aumenta a resistência cardio respiratória e muscular, tranqüiliza o sono e também previne várias doenças respiratórias.
Um dos momentos mais importantes na natação é o exercício constante que se faz com os pais. É a inteligência emocional que através de atividades específicas, faz uma aproximação entre todos os bebês, seus familiares e o professor. Esse contato é de extrema importância para o desenvolvimento afetivo, já que sabe-se que o controle emocional é basicamente formando aos 02 anos de idade.
A natação para bebês faz parte fundamental de estudos da psicomotricidade e através do seu conceito que faz-se todo o planejamento.
Normalmente as aulas de natação são ministradas junto com os pais na piscina até os 03 anos de idade, para que as crianças tenham condições de aprender com segurança, transformando o medo do desconhecido em um ambiente alegre e prazeroso.
Flávia Gazolli Ferreira"

E por ai os bebês já estão na natação?  Quantos dias por semana eles fazem?
Conta tudo para gente!

You Might Also Like

5 comentários

  1. Quero muito colocar Lucas na natação, mas ainda não o fiz. Na escola somente a partir dos 4 anos e aqui por perto não tem nenhuma que aceite crianças. Mas se tudo de certo ano que vem ele faz na escola.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. 3 vezes ta ótimo mesmo! Que bom q ele gostou...

    ResponderExcluir
  3. NATAÇÃO TUDO DE BOM PARA CRIANÇAS.
    COMO SE DESENVOLVEM.
    ESPORTE É SAÚDE.

    Abraço,
    Toninha
    http://www.educar-oprimeiropasso.com/
    http://toninha-ferreira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi vim conhecer seu blog, ja estou seguindo.
    Que lindo seu filho, bem faceiro.
    Coloquei minha filha mais velha na natação ela tem oito anos e faz três vezes por semana. A Bebe de um ano e dez meses vai ter que esperar, pois só aceitam com cinco anos.


    http://diariodasprincesasdamamae.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ha que lindo ele nadando e pareceu realmente ter amado pelo sorriso lindo1
    Também quero muito colocar o Heitor, ano que vem com certeza!
    bjos
    tatty
    http://diariomaedeprimeiraviagemtatty.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!