Pular para o conteúdo principal

O acidente com o Rapha! "E agora o que eu faço?"

Sábado voltando do futebol de moto, o Rapha sofreu um acidente, aparentemente parecia que não havia sido nada grave. Tanto que no dia não fomos para o hospital! 
No domingo ele acordou com muita dor fomos para o hospital, chegando lá descobrimos que ele havia quebrado o pé e a mão, a mão teria que operar, ou ele iria perder o movimento do dedão da mão esquerda! 
Domingo tava tendo a festa de aniversário do irmão dele, marcamos para ele internar na segunda-feira e operar ao longo da semana, fomos na festa.  

Na segunda-feira, dei banho, troquei o Murillo, dei almoço, depois que deixamos ele na escola, fomos para o hospital, sai do hospital por volta das 5 horas da tarde, deixei ele sozinho, pois precisava pegar o Murillo na escola. 
Voltei para o hospital as 20 horas e levei o Murillo para ele ver.  Deixei ele dormir sozinho de segunda para terça no hospital e vim ficar com o Muri na minha mãe. Quando voltei na terça de manhã, para ver como ele estava, ele não tinha tomado banho, tava com o lençol todo sujo e o café da manhã tava super longe da cama (ele não conseguia andar! ou melhor, se levantar sozinho). 

E ai começa o motivo deste post.  "E agora o que eu faço?!" 

Dei banho no Rapha, troquei, dei café,enfim, quebrei o pau naquele hospital para deixarem tudo em ordem.  Pedi para minha irmã ir buscar o Murillo que estava comigo e deixar ele na escola. 

Nunca tinha me sentido assim, mas meu coração estava dividido, eu realmente não sabia o que fazer. Ficar com o Rapha?  Ir ficar com o Murillo?  
Murillo aqui na minha mãe ou na minha sogra é super bem cuidado, não tenho do que reclamar, aqui tinha minha irmã, meu irmão e minha mãe, todos para cuidar do Murillo.  

Resolvi ficar com o Rapha, ele iria operar na quarta de manhã e na quinta já iriamos voltar para casa, combinei com a minha irmã e minha mãe, tudo bem, elas cuidaram dele pra mim.  

Na quarta de manhã, depois que ele voltou da cirurgia vi havia feito a coisa certa. Ele tomou anestesia local no braço e não conseguiu mexer até umas 21 horas da noite, para ir ao banheiro, para comer, estava mais difícil do que na segunda. Murillo estava super bem, conversou comigo pelo telefone e comeu bem, não chorou e dormiu bem. 
Dormi de quarta para quinta no hospital e hoje não aguentava mais de ansiedade para vim para casa ver o bebê, a alta parece que demorou 1 ano para chegar!  Conseguimos ver ele antes da escola e ele estava super bem, nos contou o que fez, que vovó faz chá e da tetê(mamadeira) sempre que ele quer, perguntei se ele queria ir para nossa casa ele disse que não. rs 

Vocês já passaram por essa situação meninas?  Nunca me imaginei passando por isso, parece que eu estava dizendo para mim mesma que amo mais um do que o outro? Mas não é bem assim, o Rapha precisava de mim lá, já que a mãe dele trabalha e não havia ninguém para ficar com ele. 

Acho que fiz a coisa certa! E agora em casa bem melhor, cuido dos dois, da trabalho fazer tudo sozinha, mas pelo menos tenho os dois aqui pertinho né? 




Comentários

  1. Camila você fez a coisa certa sim minha linda
    e graças a Deus tinha pessoas de sua confiança para
    cuidar do Murilo
    linda noite
    e melhoras pro marido,
    graças a Deus além da cirurgia nada
    grave.
    bjs

    http://sermamaepelasegundavez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Vivemos com o coração dividido... não só por uma situação de separação, mas sempre para escolher o que é melhor, como ensinar algo e etc...
    Espero que fiquem bem.
    beijos
    Lele

    ResponderExcluir
  3. Melhoras, e tudo de bom!
    http://principecaioandre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Não a divisão em amor!
    Você ama os dois de formas diferentes,
    e o Murillo um dia vai crescer e vai seguir a vida dele,
    e você vai estar com seu marido até que a morte separe vocês,
    são amores diferentes porem super fortes isso que causa essa duvido se ama mais um do que o outro!

    ResponderExcluir
  5. Espero que já esteja tudo bem por aí! Nosso coração se divide sempre né? mas nosso amor é grande e dá conta de equilibrar tudo. gde beijo
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  6. Cami do céu... que situação! Só tenho um filho por enquanto mas imagino o drama de ter de dividir atenção. Acho que no teu lugar eu iria sem dúvida ficar com o que está no hospital, pois está mais vulnerável emocionalmente também. Além do que, é uma boa oportunidade pro Murillo aprender a dividir as atenções, ser solidário com o irmão etc. Não acha? Fez certo amiga. E ele está melhor? Que dó ter de operar. Beijinhos.
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  7. Nossa amiga que susto, eu passei por uma situação parecida so que não tinha meu baby, vc fez a escolha certa sim, ainda mais que pode contar com sua familia, força querida! melhoras pro seu marido!!

    Bjinhos

    Vitoria & Nathan

    ResponderExcluir
  8. São amores diferentes, vc fez a coisa certa e o seu filho estava bem cuidado, isso é muito importante, se vc tinha segurança que estavam cuidando bem dele vc podia ficar com o seu marido e cuidar dele com mais tranquilidade.
    Melhoras p/ ele e Bjs.
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  9. Escolher entre um e outro é difícil, o melhor é pensar que família é isso mesmo um abre espaço pro outro...
    Melhoras!!!
    Bjs
    Mari
    #amigacomenta
    http://maricriando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada pela visita!

Postagens mais visitadas deste blog

Eu tenho um super-herói!

Uma noite dessas, o Murillo foi nos seus brinquedos e achou um óculos que ganhamos em uma festa, colocou e falou assim:  - Agora eu sou um super-herói!  E foi assim que surgiu o texto de hoje "Os super poderes do meu super-herói!" Ele tem o poder de me deixar feliz com um sorriso.  Ele tem o poder de fazer o meu coração explodir de felicidade. Ele tem o poder de me deixar a noite toda acordada quando quiser. Ele tem o poder de dormir na minha cama todos os dias que quiser. Ele tem o poder do amor incondicional. Ele tem o poder de fazer o melhor carinho do mundo! Ele tem todos os poderes do mundo para fazer da minha vida melhor, todos os dias, a cada gesto ou descoberta nova, desde que chegou só trouxe coisas boas para nossas vidas. Tudo ganhou mais cor e a vida voltou a ser como é para uma criança, uma história só com coisas boas, aprendemos a tirar de cada situação ruim as coisas boas. Esses são os super poderes do filho super-herói.♥ Quem também tem um sup

Inspirações Festa Mickey - Para imprimir♥

Sou super suspeita para falar, eu amo o Mickey. Mas confesso, que jamais tinha pensado em fazer uma festa para o Murillo nesse tema. Então que eu fui procurar algumas ideias e gente, quanta coisa linda, uma mais linda que a outra! Salvei várias! Mas fiquei com um sentimento de quero mais...então talvez vocês encontre um segundo post desse aqui em breve.   Convites♥  mesa do bolo♥ docinhos♥ detalhes♥    chapéu personalizado.   detalhe no guardanapo e suco personalizado centro de mesa♥  lembrancinhas♥ para imprimir♥ Imagens:  Pinterest  E ai mamães quem vai fazer a festa do baby do Mickey?  Eu amei e com certeza vou ter que fazer para o Muri. rs♥  

Algumas Dicas Sobre o Relacionamento com Filhos.

Converse sempre com seus filhos. O diálogo sempre foi e sempre será a melhor saída para as negociações de conflitos.  D ivirtam-se juntos. Planejem passeios ou atividades em família como: assistir a um filme ou a uma peça de teatro, ir à banca de revistas, fazer um piquenique, caminhar em um bosque, programar viagens, entre outras possibilidades. A atividade a ser realizada ou o destino do passeio não são os mais importante. O que importa é estar juntos, é dedicar tempo e atenção, é apreciar a companhia uns dos outros. Faça elogios aos outros. Parabenize sempre que o outro conseguir uma vitória, conquistar uma atitude, apresentar um comportamento adequado e esperado, como usar o banheiro sozinho, lembrar-se de guardar brinquedos sozinho entre tantas outras conquistas dos pequenos.  Diga sempre "eu te amo". Nunca é demais externar sentimentos. Escute as pessoas com tranquilidade e com coração sempre aberto, mesmo que não concorde com o ponto de vista delas. Saiba argumen