2013

Pai, Eu Estou Te Observando!

08:00

Ontem a noite eu recebi esse vídeo de uma amiga, uma amiga que eu ganhei sem querer sabe? A gente não se falava, ela já conheci o Rapha, já era amiga dele, engravidou antes de mim e criou um blog aonde ela também contava da gravidez e tudo mais, e assim eu conheci ela. Passava sempre lá, lia tudo, mas nunca comentava, afinal, nem conhecia ela né?

Então ficou, por isso, eu sempre passando lá para saber sobre a vida dela (ah curiosa!rs). Daí a gente se conheceu e tudo mais, e desde que o Murillo ela nasceu ela sempre foi uma fofa, veio no visitar, comentava sempre no blog e assim a gente conheceu a se conhecer fora da internet. 

Hoje eu quero falar dela nesse post sabe porque? Porque eu simplesmente ADMIRO ela em todas as formas e quesitos de uma MÃEPAI que possa existir nessa terra. Ela é um tipo de menina maravilhosa por fora e por dentro sabe? E não to falando isso por falar, porque eu li e hoje eu vejo o quanto ela é batalhadora e merece tudo o que tem. Até esse filho lindo, que dá vontade de morder e roubar.  

Ela sábado explodiu de um sentimento que ela vem guardando a muito tempo e só quem a conhece sabe do que eu estou falando. E não sei se alguma de vezes já passara, por isso, vou resumir a história dela a um parágrafo só para você terem uma ideia. 

Ela se separou do pai do seu filho quando ele tinha 3 meses, e desde então, ela luta para que o Lucas (seu filho), não esqueça do pai, não perca o amor ou não se lembre dele. Porém, o pai não faz a minima questão de ver ou ligar e muito menos ajudá-la a cuidar do filho. Ela sempre implora para ele pegar o menino, nem liga se cai dinheiro na conta ou não, ela realmente se vira, mas o que ela mais queria era o pai criasse o minimo de vínculo com o filho dele. 

Como toda mulher ela foi atrás de uma nova história para sua vida, e foi assim que ela conheceu uma pessoa maravilhosa,até que um dia  o Lucas o  chamou de pai. Como eu já tinha falado a Dani com seu coração de MÃEPAI ficou super triste, e não queria isso, ligou e contou desse acontecido para o pai do menino, ele passou alguns finais de semana com o filho depois disso. 

E ai fica a pergunta ele acordou com isso? Não gente, ele simplesmente, fala para todos os amigos em comum com a Dani, que ela ta louca e que ele não pode ver o filho, mas quem ta com a Dani todo final de semana vê a felicidade do Lucas quando fala de ver o pai e ele não aparece. 
Já imaginaram? 

No blog dela ela conta tudo direitinho nesse último post, vocês vão chorar.
Danielle



"Pai, Eu Estou Te Observando!"



Acho que o maior desprezo que uma pessoa pode receber é que o filho não sinta admiração ou carinho, por você. 
Eu não desejo isso para ninguém. 
Mas tem gente que parece que quer isso né? 


Mas que sirva de lição para alguns pais! 


You Might Also Like

3 comentários

  1. Amiga difícil tem homens que não valem nada né
    que Deus continue abençoando essa família linda
    e esse novo amor na vida dela e mesmo ela triste
    com a situação ela veja em meio a isso tudo que pai é o que cria
    não o que fez e largou.
    linda tarde amiga, Camila linda o sorteio do dia 15 mudou
    o dia do trocador ou eu me passei,desculpe a pergunta amiga
    só pra eu saber.
    beijokas

    http://sermamaepelasegundavez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Historia triste mesmo, quase igual a minha :/
    A nanda falou tudo, pai é quem cria. Mas mesmo assim, quando a criança cresce vai querer saber quem é o pai verdadeiro né, e não escondo isso do Guilherme, o pai dele mesmo faz isso.
    Seguindo Camila, de puder segue de volta.

    ResponderExcluir
  3. Antes de comentar, eu dei uma lida na história toda, e nossa, essas coisas acabam comigo! Eu tento e tento entender, como um "pai" é capaz de ser tão indiferente, insensível a esse ponto.Tento entender como não existe aquele sentimento de pai e filho, de querer estar próximo, de curtir, de AMAR, de se fazer presente, mesmo longe... Isso é muito triste. Tb lembro das N vezes que esperei meu pai na portaria no prédio e ele nunca chegava, e mesmo assim o meu sentimento não mudava, e pra ele, era bem indiferente. Infelizmente (ou felizmente, não sei) um dia a gente se conforma, né? É complicado.. :(
    Enfim, eu adoro o seu blog, MESMO! Vira e mexe venho aqui, pra ler as postagens antigas, novas, mas vai saber o pq, nunca comentei aqui e nem te seguia! Ahahaha. Pois bem, aqui estou rs.
    Parabéns pelo blog, e por essa fofuraaaaaaaa que é o Murillo!!
    Falei pra caraca ahahah.
    To te seguindo aqui, Camila!
    Bjjj.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!