Pular para o conteúdo principal

27/12/2010 ♥

Sala de parto! 
Não consegui ao certo saber o quão demorou a minha cesárea, lembro que nessa foto faltava pouco para ouvir o choro do Murillo, meu coração disparo, respiração difícil. Sentindo alguém te cortando e não sentir dor, ansiedade e uma vontade tremenda de chorar (até hoje não sei porque). Esse foi o momento mais calmo do procedimento todo, sentir o Rapha ao meu lado me acalmou e muito, me sentia segura e tranquila, tudo daria certo. 
Murillo nasceu as 06:57am pesando 3,550 kg. Não deu nem tempo de tirar foto, logo levaram ele, só me lembro de dar um beijo e ver o Rapha com ele no colo e o levaram. 
Depois terminaram todo o procedimento, fui para a sala de recuperação, 03 horas mais longas da minha vida, nunca achei que fosse demorar tanto, a imagem do rostinho do Murillo na minha cabeça e tudo o que eu queria era pegá-lo no colo e ficar assim para o resto da vida. 

Primeira vez no colo da mamãe!
Chegamos no quarto, eu e ele juntos. Logo que me deitaram na cama, me deram ele, melhor sensação da minha vida, um amor sem fim invadia o peito. Era como se tudo na minha vida tivesse valido apena, só por esse momento. Eu sentia ele calmo junto a mim, como se eu fosse tudo para ele, e o que o deixava seguro e feliz. Analisei cada traço do seu rosto, do seu corpinho, e as lágrimas escorreram do meu rosto sem controle. 
Rapha não saiu do nosso lado, nenhum minuto! Sempre ali acariciando o Murillo, e eu mãe grudenta, não queria de jeito nenhum que ele saísse do meu colo. Havia esperado demais já para ter ele em meus braços. 

No colo do papai! 

Murillo! 
Madrinha corujona! Que foi todos os dias no hospital de manhã, de tarde e a noite! 

Mamãe e Papai me mimando muito!

Padrinho! 



Tio Caique! 

Tio Diego!

Vovô Gilson!
Vovó Fátima!

E no dia 31/10/2012 saímos do hospital! 

Comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Oi, que liindo esse momento!
    E passa super rápido, né?! Eu queria voltar e passar por tudo novamente rsrsr

    Parabéns!!!

    P.S a data ali no fim do post, ficou com o ano errado, não?

    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigada pela visita!

Postagens mais visitadas deste blog

Eu tenho um super-herói!

Uma noite dessas, o Murillo foi nos seus brinquedos e achou um óculos que ganhamos em uma festa, colocou e falou assim:  - Agora eu sou um super-herói!  E foi assim que surgiu o texto de hoje "Os super poderes do meu super-herói!" Ele tem o poder de me deixar feliz com um sorriso.  Ele tem o poder de fazer o meu coração explodir de felicidade. Ele tem o poder de me deixar a noite toda acordada quando quiser. Ele tem o poder de dormir na minha cama todos os dias que quiser. Ele tem o poder do amor incondicional. Ele tem o poder de fazer o melhor carinho do mundo! Ele tem todos os poderes do mundo para fazer da minha vida melhor, todos os dias, a cada gesto ou descoberta nova, desde que chegou só trouxe coisas boas para nossas vidas. Tudo ganhou mais cor e a vida voltou a ser como é para uma criança, uma história só com coisas boas, aprendemos a tirar de cada situação ruim as coisas boas. Esses são os super poderes do filho super-herói.♥ Quem também tem um sup

Inspirações Festa Mickey - Para imprimir♥

Sou super suspeita para falar, eu amo o Mickey. Mas confesso, que jamais tinha pensado em fazer uma festa para o Murillo nesse tema. Então que eu fui procurar algumas ideias e gente, quanta coisa linda, uma mais linda que a outra! Salvei várias! Mas fiquei com um sentimento de quero mais...então talvez vocês encontre um segundo post desse aqui em breve.   Convites♥  mesa do bolo♥ docinhos♥ detalhes♥    chapéu personalizado.   detalhe no guardanapo e suco personalizado centro de mesa♥  lembrancinhas♥ para imprimir♥ Imagens:  Pinterest  E ai mamães quem vai fazer a festa do baby do Mickey?  Eu amei e com certeza vou ter que fazer para o Muri. rs♥  

Algumas Dicas Sobre o Relacionamento com Filhos.

Converse sempre com seus filhos. O diálogo sempre foi e sempre será a melhor saída para as negociações de conflitos.  D ivirtam-se juntos. Planejem passeios ou atividades em família como: assistir a um filme ou a uma peça de teatro, ir à banca de revistas, fazer um piquenique, caminhar em um bosque, programar viagens, entre outras possibilidades. A atividade a ser realizada ou o destino do passeio não são os mais importante. O que importa é estar juntos, é dedicar tempo e atenção, é apreciar a companhia uns dos outros. Faça elogios aos outros. Parabenize sempre que o outro conseguir uma vitória, conquistar uma atitude, apresentar um comportamento adequado e esperado, como usar o banheiro sozinho, lembrar-se de guardar brinquedos sozinho entre tantas outras conquistas dos pequenos.  Diga sempre "eu te amo". Nunca é demais externar sentimentos. Escute as pessoas com tranquilidade e com coração sempre aberto, mesmo que não concorde com o ponto de vista delas. Saiba argumen