Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2012

Jovem Mãe Amiga com Bárbara Rodrigues

Bom dia meninas!
Estava ansiosa por esse dia. Como expliquei para vocês to mundando muita coisa por aqui.
Uma das novidades é que toda quinta-feira, é dia de Jovem Mãe Amiga.
Tenho muitas amigas mães adolescentes por aqui, e como todas nós temos uma história diferente para contar, resolvi abrir um espaço para elas.

E para estreiar com chave de outro, convidei uma das minhas primeiras seguidoras.
Bárbara Rodrigues, do Babs Blog.
Uma fofa, uma pessoa maravilhosa e uma menina muito guerreira. Conheci ela através do blog, e quando ela ainda estava grávida da Anita.

Um exemplo de vida... e aqui ela conta um poquinho pra gente. Vem conferir!

Embora não tenha tomado mais cuidado, sempre temi uma gravidez na adolescência. Quando fiz o teste, por mais que, no fundo eu tivesse a esperança de ter um ‘negativo’, já era certo que eu estava grávida há quase dois meses. Mas nem por isso a notícia deixou de ser um baque. Quando vi aquele positivo, meu mundo caiu, chorei muito só de imaginar como…

Tudo novo, de novo!

É estamos crescendo por aqui!
Resolvi mudar tudo, nome, falar mais sobre as mães adolescentes em geral, fazer com as minhas leitoras se identifiquem ainda mais. E poder ajudar é claro.
Estamos indo com calma. Fazendo curso, aprendendo de pouquinho em pouquinho.

Volto com tudo, prometo!
AGUARDEM!

Como lidar com as birras?

Meu filho é uma criança linda, fofa e muito carinhoso também. Tem dias que está um doce, beija, abraça, pede colo e chega até dormir no colo(o que ele mais odeia desde quando nasceu.). Como qualquer pessoa, ele também tem seus dias de muita manha, aqueles dias que você acorda com o pé esquerdo sabe? Então, mas não é mais um dia ou outro, por exemplo, ficamos assim com "Dias de Birras" pela semana passada inteira sem tirar nenhum dia.
E foram em todas as situações do dia, se eu estivesse na cozinha tomando café e ele viesse me chamar para brincar, eu olhava para ele e explicação com todo o amor do mundo "Filho, a mamãe está tomando café daqui a pouco a gente brinca!" já era um motivo para ele se jogar no chão, gritar, fingir que está chorando. E assim fica por um tempo, e depois vai volta para a sala, aonde ficam os seus brinquedos, e depois e não demora muito, volta chamando pelo pai, quando explico que o papai está trabalhando, ele volta se jogar no chão, chorar…