Sobre ser bem sucedida...

16:26


Acabei de dar uma passadinha no blog da Sra. Corrêa, uma grande amiga, e hoje ela colocou sobre este assunto, e nos últimos tempos tem sido muito comentado aqui no blogsfera. E lendo o seu relato me lembrei de quando ganhei o Murillo, prestes a fazer meus tão sonhados 18 anos, eu na primeira semana me sentia perdida, desesperada para ser uma boa mãe, uma boa dona de casa e arrumar tempo para cuidar do meu marido e do meu filho. E acabei esquecendo de mim!
Agora parei para pensar, e me questionei, Será que isso acontece com todas as mães?
Depois de quase 3 meses em casa com o Murillo, me dedicando inteiramente a ele, a única coisa que eu fazia era ir para escola de manhã e depois voltava para casa, só me dedicava ao Murillo, e como a minha amiga Sra. Corrêa, colocou no blog dela, o meu marido sempre que chegava em casa me encontrava toda descabelada, irritada (algumas vezes) por causa do cansaço, com olheiras e com roupas sujas.
Por uns dias até pensei que meu relacionamento poderia acabar, achei que ele ja não me via mais como uma mulher atraente, me sentia gorda, feia, triste e sem animo para dar carinho, atenção para o meu marido.
Não que em nenhum momento eu tenha me arrependido de ter o meu filho, ele sempre será a maior alegria da minha vida, o meu amor eterno mas eu estava entrando em Depressão Pós-parto sem ao menos perceber.
Eu ja tinha mais vontade de me arrumar, nem de separar as minhas roupas como eu adorava fazer antes.
Não saia para fazer as unhas, não estava ligando para o meu cabelo ( eu que sempre mudava o meu cabelo, toda semana se deixasse).
Sentia que estava faltando algo!
A Maternidade não exige que você deixe de ser mãe! Eu estava me deixando de lado, por não saber me organizar.
E essa foi a minha primeira meta para o ano de 2011, aprender a me organizar, não esquecer de mim, não tirar o tempo do Murillo e muito menos do meu relacionamento. Nunca podemos deixar um relacionamento esfriar.
E a reviravolta que deu no meu relacionamento com o meu marido, quando descobri que estava grávida, foi GIGANTE é impossível descrever, antes a gente saia as quintas, as sextas, não tinha hora para voltar, sábado dormíamos o dia todo e domingo não era diferente, o dia da preguiça. E do nada, eu acho que até me esqueci dele, para me dar inteira para o Murillo, e isso sim, quase acabou com o nosso relacionamento.
Me dediquei nesse meta de me organizar!
Hoje não me julgo uma pessoa organizada, mas consigo separar o meu tempo para FILHO, AMIGOS E RELACIONAMENTO. Sinto que não deixo a desejar para ninguém!
Eu e meu marido saimos, fazemos reuniões com os amigos em casa, damos muita risada, a noite antes de dormir ficamos fazendo carinho, conversamos na volta do trabalho e hoje tudo melhorou. (tirando os dias de TPM).

Na vida profissional, eu estou tão confusa, como uma estudante do 3º colegial, não consigo decidir meu curso, não sei se quero trabalhar fora de casa, não sei se quero ajudar o meu marido, se quero continuar com os negócios da familia!
Estou tão confusa, e tenho tanto medo dessa escolha, de um dia me arrepender e não conseguir fazer nada, ser nada!
Estou terminando o meu TCC de Administração, definitivamente isso não é o que eu quero para a minha vida, eu odeio números, adoro mandar, mas odeio números. Nunca me dei bem em matemática, sempre fiquei com nota vermelha!
Sempre amei DIREITO, mas com o Murillo não vou conseguir ler, e outra não sei se quero ser Advogada, sou muito timida, e como eu agiria nessa profissão.
Estive pesquisando sobre os trabalhos em casa, sou péssima com artesanato, odeio cozinhar e o que mais me resta?
Blogs, adoro compartilhar. Adoro vender pela internet. Eu e minha amiga, Ana Clara, estamos tentando fazer uma lojinha virtual. Tomara que dê certo! Seria a melhor coisa na minha vida!


Esse final de ano será decisivo na minha vida, mudança de casa, mudança de vida, acabou a vidinha de escola e trabalho e vou me decidir em TUDO na minha vida!
Boa sorte para nós!
E continuamos a busca da mãe, dona de casa, profissional PERFEITA!
Beijos
Camila Gomes

You Might Also Like

2 comentários

  1. Oi Camila saudades...
    Nossa é tanta coisa pra gente pensar,m cuidar e fazer, eu fico perdidinha, não consegui deixar o Pedro pra fazer nada, o marido não quer que eu volte ao trabalho, mais eu sinto tanta falta de ter o meu dinheiro, mais ai penso no pedro e me da um aperto no peito, vou esperar um pouquinho ele crescer e voltar ao mercado, voltar aos estudos...
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Oie amiga..
    Sabe que esse é meu medo.. o de acabar me relaxando e o relacionamento ir por água a baixo com o baby..Alias, não é fácil ser mulher, mãe, esposa, profissional e amante né..
    Acho que vou antes mesmo de ser mãe pensar nas suas dicas..

    E boa sorte nas decisões..
    Beijinhos ;*

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!