O primeiro momento, a descoberta!

14:12

O primeiro momento foi o mais desesperador de todos, tive a certeza que estava grávida antes mesmo de fazer qualquer teste que pudesse comprovar. Nunca havia atrasado tanto tempo, nunca tinha sentido aquela sensação estranha.  Porém, lutei contra aquilo e por mais ou menos 2 semanas o medo tomava conta de mim, não sabia como contar para o meu namorado, não sabia se podia confiar até mesmo na minha irmã para desabafar, mas não aguentava mais guardar aquilo só pra mim. Quando contei para o meu namorado, esperava um reação totalmente diferente dele, mas ao contrário de tudo o que eu pensei, ele foi o mais companheiro possivel, fizemos vários...vários testes de farmácia.  E eu ja não aguenta passar mal do jeito que estava.  Todos estavam desconfiados.
Resolvemos ir ao médico para confirmar, fiz o exame de sangue e demorou 1 hora para sair o resultado, mas pra mim parecia uma eternidade, deu positivo como ja sabiamos.  Sair daquele hospital pensando como e quando iamos contar para os nossos pais o que havia acontecia, mas não havia muito tempo mais.

Quando contamos a reação da minha mãe me deixou surpresa, meu pai parece que não via mal naquilo adorou e fala até hoje e pegar meu filho quando ele nascer. Os pais do meu namorado por incrivel que pareça também não fizeram muita tempestade. Enfim, hoje temos as melhores pessoas do nosso lado nos dando todo o apoio do mundo, coisa que não consigo explicar.
Esse blog eu deveria ter feito no começo, porém, não conseguia amar ele do jeito que o amo hoje e não poderia falar do meu filho da boca para fora sem amá-lo, sem saber o que é de verdade ser mãe.  Sinto hoje que sou a pessoa mais completa do mundo, sei que muitas pessoas pensam que pela minha idade estraguei a minha vida, perdi o meu ano na escola. Mas tudo foi completamente diferente!  Ja terminei o meu ano na escola, continuo trabalhando e vivendo a minha vida normalmente!  Não aconselho ninguém da minha idade a ter um filho, mas aconselho a quem passou ou esta passando pelo mesmo que eu que não odeie o seu filho, não tente fazer qualquer mal a ele é muita burrice.  Deus te deu esse presente, é um anjo que vem do céu só para trazer alegria a sua vida.  Não culpe ele por um erro seu! 
Aprendi muito nesses últimos 6 meses de gravidez, me sinto mais mulher e mais mãe. Entendo perfeitamente o sentimento da minha mãe por mim e pelos meus irmãos, entendo o medo de nos perder, e as vezes que ela chorou quando sai de casa.
O primeiro momento, foi assustador, mas agora eu to vivendo o meu conto de fadas! ...

You Might Also Like

2 comentários

  1. Vim aqui no comecinho para sentir a tua história. Emocionante, sincera, linda. Aos poucos vou ler tudo por aqui.
    Seu filhote é lindo e eu entendo quando diz que se sente realizada por completo... ser mãe é assim.
    Um beijo

    ladodeforadocoracao.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita!