Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2010

Lembrancinhas Chá de Bebê!

Ainda bem que eu tenho a Lari na minha vida, thanks god! Rsrsrs.. Ela simplismente me mandou as lembrancinhas mais lindas do mundo, e sabe do que mais? NÓS VAMOS FAZER! E é super barato, e eu amei de verdade, não vejo a hora de começar a fazer! Ai que ansiedadeeee! Rsrsrs..

São sabonetinhos de pézinhos, com cheirinho de bebê. Lindossss!

Tenho que agradecer também por ter a melhor Sogra do mundo e a Tia Rô, ontem ficamos simplismente até meia noite falando sobre as lembrancinhas, o qaurto do hospital, os banhos, o pediatra. Obrigadaaa por vocês me ajudarem sempre! E minha mãe claro a pessoa mais perfeccionista do mundo, mas a mais fofa.

Amo todas vocês, não podia ter pessoas melhores ao meu lado!

Até agora...

Gostaria muito de ter feito esse blog toda antes e poder ter contado a sensação de cada mês, da primeira vez que senti ele mexer, o medo que eu tive de não ser uma boa mãe, todos os costumes bobos que eu tive que mudar, a vontade louca que tive de comer milho (e tive que esperar cozinhar até as 2 da manhã), a vontade de tomar gasolina (mas foi desejo, mesmo... mas não tomei! Rsrsrs) e o medo de ver minha barriga crescendo. Enfim, foram tantos sentimentos juntos, coisas que nunca vou conseguir descrever para vocês.

Hoje ja estou no sexto mês da gestação, eu me sinto tão responsável, sinto uma ansiedade louca, uma vontade de passar o dia todo fazendo carinho na minha barriga, tentando ja demonstrar para ele o quanto eu o amo, a felicidade que ele me trouxe e tentar sentir ele toda hora. Quando fizemos o ultrassom e vimos que era um homenzinho, não consegui conter a emoção, ja comecei a imaginar o rostinho dele e na hora a médica perguntou, e eu e o Zana respondemos juntos o nome Murillo,…

O primeiro momento, a descoberta!

O primeiro momento foi o mais desesperador de todos, tive a certeza que estava grávida antes mesmo de fazer qualquer teste que pudesse comprovar. Nunca havia atrasado tanto tempo, nunca tinha sentido aquela sensação estranha.  Porém, lutei contra aquilo e por mais ou menos 2 semanas o medo tomava conta de mim, não sabia como contar para o meu namorado, não sabia se podia confiar até mesmo na minha irmã para desabafar, mas não aguentava mais guardar aquilo só pra mim. Quando contei para o meu namorado, esperava um reação totalmente diferente dele, mas ao contrário de tudo o que eu pensei, ele foi o mais companheiro possivel, fizemos vários...vários testes de farmácia.  E eu ja não aguenta passar mal do jeito que estava.  Todos estavam desconfiados.
Resolvemos ir ao médico para confirmar, fiz o exame de sangue e demorou 1 hora para sair o resultado, mas pra mim parecia uma eternidade, deu positivo como ja sabiamos.  Sair daquele hospital pensando como e quando iamos contar para os nosso…